FARNET
Fisheries Areas Network

Good Practice Project

Exporting live octopus

Official Title: 
TRANSPOLVO - “Identificação das condições para transporte de polvo vivo por longos períodos a altas densidades”
Country:
O «TRANSPOLVO» é um projeto de investigação que estuda as condições do transporte de polvos vivos para consumidores.

Description

Nos últimos anos, os polvos portugueses têm vindo a despertar o interesse de mercados internacionais, nomeadamente o japonês e o coreano. Existem empresas nestes países asiáticos interessadas em adquirir polvos vivos, os quais são necessários para confecionar iguarias típicas, como o Sannakji e o Ikizukuri (polvo cru fatiado ainda vivo na tradição gastronómica coreana e japonesa, respetivamente). Para responder à pergunta se seria possível exportar grandes quantidades de polvo vivo para destinos longínquos, foi necessário investir na investigação. A Estação Piloto de Piscicultura do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA-EPPO), sediada em Olhão, no Algarve, decidiu associar-se a outros parceiros, nomeadamente a associação ARMALGARVE Polvo, e investigar as condições necessárias para permitir este tipo de transporte, sem comprometer a satisfação dos requisitos dos compradores internacionais nem as normas de bem-estar dos animais.

Juntos orquestraram uma série de experiências para avaliar a sobrevivência, o bem-estar e a qualidade da água sob a forma de simulações de transporte de polvos com diferentes densidades. Estas experiências foram realizadas em conformidade com a diretiva europeia relativa à proteção dos animais utilizados para fins científicos (2010/63/UE).

Results: 

Os testes revelaram que a qualidade da água permanecia dentro dos limites normais, embora se tenha observado um aumento dos níveis de amoníaco (composto do nitrogénio resultante do metabolismo da excreção). No entanto, apesar do aumento de alguns metabolitos, a taxa de sobrevivência registada foi de 100% em todos os ensaios, e verificou-se uma recuperação rápida e total do polvo, decorridas algumas horas após a conclusão das experiências.

Este projeto identificou as necessidades operacionais para o transporte de polvos vivos e identificou a necessidade de criar infraestruturas, nomeadamente tanques refrigerados, a fim de sustentar esta atividade. A publicação dos resultados do estudo suscitou interesse por parte de várias empresas para estabelecer sistemas de transporte dedicados à exportação de polvos vivos.

Transferability: 

A captura do polvo em Portugal tem vindo a sofrer uma série de desafios nos últimos anos devido ao aumento dos custos de produção e à estagnação dos preços de venda. A possibilidade de exportar o cefalópode para o mercado asiático é vista com enorme entusiasmo por parte de pescadores e armadores.

O desenvolvimento de soluções práticas para o transporte de polvos vivos para fins comerciais poderá contribuir para a comercialização de um importante recurso haliêutico, presente em inúmeras áreas de grupos de ação local nas pescas (FLAG). Algumas lições poderão também ser aplicadas a outros recursos marinhos de interesse internacional crescente, como é o caso dos equinodermos e de outros moluscos.

Lessons & contribution to CLLD objectives: 

Este projeto demonstra a importância de envolver as partes interessadas com as capacidades científicas e tecnológicas necessárias para inovar no setor piscatório. De facto, o projeto ajuda a solucionar vários problemas associados à captura e à comercialização do polvo, e o eventual aumento de receitas das exportações poderá melhorar a situação socioeconómica em determinadas áreas de grupos de ação local nas pescas (FLAG), especialmente considerando que a captura do polvo é realizada sobretudo por empresas pesqueiras familiares de pequena dimensão.

Funding

Total project cost €81 207,32
FLAG grant €81 207,32
  • EU contribution (EMFF): €60 905,5
  • Public contribution (national): €20 301,82

Project information

Timeframe of implementation From Jan 2015 to Dec 2015
Sea Basins
Type of area
Theme

Visuals

Contact details

FLAG Contacts

Ms. Rita Pestana
+351 289 700 171
Portugal
Publication date: 
20/07/2017
PDF Version