Visit the new FARNET 2014-2020 website

Soluções inovadoras a desenvolver nas zonas de pesca

Um dos quatro objectivos principais do Eixo 4 é “valorizar os produtos da pesca e da aquicultura” [artigo 43.º, n.º 2, alínea a)]. De facto, o peso das organizações da pesca em muitos Grupos de Acção Local de Pesca (FLAG) levou a que a medida de valorização dos produtos da pesca [artigo 44.º, n.º 1, alínea d)] se tenha tornado um dos elementos mais importantes das estratégias locais.

A maior parte dos projectos locais de valorização dos produtos da pesca tentam reduzir a distância entre a pesca e os consumidores e melhorar as ligações verticais entre os agentes nos diferentes pontos da cadeia de abastecimento da pesca. Contudo, ao conceberem estas acções, os FLAG têm de ter em conta que não estão a operar sozinhos. Precisam, em especial, de maximizar sinergias com investimentos na transformação e na comercialização apoiados no âmbito do Eixo 2 do FEP (artigo 35.º) e com as medidas para desenvolver novos mercados e campanhas promocionais, acções colectivas e projectos-piloto do Eixo 3 (artigos 37.º, 40.º e 41.º).

As acções apoiadas pelos próprios FLAG devem concentrar-se geralmente em soluções inovadoras, que visem a sustentabilidade económica e ambiental das pequenas empresas e da pesca – que podem ser desenvolvidas em maior escala se tiverem êxito.   
Por exemplo, a medida apoiada pelos FLAG pode envolver:
•  Inovações em matéria de transformação. Novos produtos de qualidade. Melhoria de antigos produtos
•  Inovações nos domínios da comercialização e da distribuição. Comercialização colectiva e circuitos mais curtos.        Rótulos de origem e rótulos ecológicos
•  Inovações nas aplicações de tecnologias da informação. Vendas pela Internet. Rastreabilidade, etc.

Existe um vasto historial de actividades neste domínio fora do Eixo 4 do FEP. Algumas destas experiências podem inspirar os FLAG e serão incluídas nesta parte do sítio Web.

Atendendo à importância deste tema nas estratégias dos FLAG, o mesmo será objecto de um seminário transnacional e de um guia técnico em 2010.