Visit the new FARNET 2014-2020 website

Existe algum risco de os orçamentos dos GALP serem demasiado grandes?

Existem riscos associados a orçamentos desproporcionadamente grandes em relação à dimensão da zona, à sua experiência de desenvolvimento local e à disponibilidade de projectos locais. O imperativo de afectar um orçamento e de o consumir pode ter efeito na mistura de tipos de projectos, bem como nos promotores e beneficiários dos projectos. Se o orçamento for muito grande, existe um forte risco de os recursos, para se atingirem as metas orçamentais, serem desviados para projectos públicos de infra-estruturas de maior escala que pouca ligação têm com a estratégia do Eixo 4.

Um factor crítico neste caso é que os projectos construídos da base para o topo e que constituem uma estratégia de desenvolvimento local normalmente levam tempo a amadurecer. É especialmente o caso dos projectos privados e baseados na comunidade, que de acordo com o Regulamento do FEP (artigo 45.º, n.º 4) se espera que representem a maioria das operações.

Na fase de selecção, um dos critérios para avaliação das estratégias dos GALP deve ser, por conseguinte, que as acções e os recursos previstos sejam realistas e proporcionais às necessidades e à capacidade da zona para os absorver, especialmente no que diz respeito à probabilidade de obter o co-financiamento privado mínimo exigido para certos projectos.